Uber planeja integração do cronograma de transporte público de Londres em seu aplicativo

Foto: BusinessTimes

O Uber está planejando integrar no seu aplicativo o cronograma de ônibus e metrô do Transport for London, órgão do governo britânico responsável pela rede de transporte da capital, informou o Financial Times recentemente, citando pessoas familiarizadas com o assunto.

O movimento iria colocar o Uber em concorrência direta com a startup Citymapper, financiada por venture capital, de acordo com o jornal.

O Uber não respondeu imediatamente ao pedido de comentários da Reuters fora do horário comercial.

Fonte: Terra
Publicado em Tecnologia | Com a tag , , , , , , , , , , , , , , | Deixar um comentário

Conheça quatro emuladores de Android para computador

O Android conta com vários aplicativos e jogos exclusivos, que não possuem versões para outras plataformas. Se o seu celular não dá conta do recado ou você não tem um dispositivo com a plataforma do Google, uma alternativa interessante é rodar um emulador do Android no Windows.

O Olhar Digital fez uma seleção com os melhores emuladores de Android para Windows. Nela, você encontrará as principais vantagens e desvantagens de cada aplicativo para saber qual deles se aplica melhor à sua necessidade.

MEMU

Uma das alternativas mais populares é este emulador que recebe atualizações constantes. Apesar disto, ele ainda conta com a versão 5.1 do Android, mas que ainda funciona para a maioria dos aplicativos atuais.

Reprodução

Devido ao tempo de desenvolvimento, o programa está em um estágio avançado e traz poucos bugs e uma grande compatibilidade com os diversos apps de Android. Quem está em busca de rodar jogos também pode usá-lo, uma vez que o MEMU possui até mesmo perfis de controles pré-definidos para games de determinados estilos. Apesar de não ser difícil utilizá-lo, o aplicativo requer uma configuração inicial para funcionar. Ela pede um modelo de aparelho a ser utilizado e a quantidade de memória destinada a emulação.

KOPlayer

Novato nos programas desta categoria, este emulador vem sendo considerado a melhor opção para rodar jogos do Android no computador. Sua configuração é fácil e ele possui dois perfis: um para computadores com configurações modestas e outro para máquina mais potentes.

Um dos pontos positivos do programa é que ele já vem com o root ativado, tornando-se uma opção ideal para quem precisa fazer alterações mais complexas no Android. Se precisar desabilitá-lo, o processo pode ser feito facilmente dentro das configurações do programa.

O ponto negativo do programa vai para os aplicativos pré-instalados dentro do Android e também para algumas propagandas dele, mas que não chegam a ser invasivas.

Bluestacks

Este emulador do Android é mais acessível que as outras opções. Logo após a instalação, ele dispensa configurações complexas e já está pronto para uso. Um de seus atrativos é a integração com o Windows, como por exemplo os arquivos APK que se associam a ele para uma fácil instalação. A versão do Android emulada nele é a Nougat (7.0).

Muito utilizado para rodar jogos, a desvantagem deste programa vai para a quantidade de processamento que ele requer e pelas propagandas apresentadas nele.

Remix OS Player

A última das opções oferece um Android diferente do que você está acostumado a ver nos celulares. Aqui, o sistema do Google é modificado para o uso em PCs, assim, a usabilidade dele parece mais natural do que nas outras opções em que você está emulando toques touch.

Por essas adaptações, este player é indicado para quem está querendo utilizar aplicativos do Android. Mesmo servindo para jogos, você notará certa lentidão em títulos pesados. Outra desvantagem deste app é o fato de ele não receber atualizações há algum tempo. Ainda assim, vale a pena testá-lo; ele traz uma experiência única e ainda atende ao uso dos principais aplicativos do momento.

Fonte: Olhar Digital
Publicado em Tecnologia | Com a tag , , , , , , , , , , , , | Deixar um comentário

Uma cópia da sua cabeça impressa em 3D é capaz de desbloquear celulares?

Fonte: Forbes

Atualmente, o reconhecimento facial vem se tornando onipresente. Essa tecnologia já está presente em redes sociais e programas de monitoramento há alguns anos e, desde que a Apple popularizou um mapeamento mais preciso com o FaceID, outras fabricantes também vêm oferecendo as suas versões de identificação do rosto, que aos poucos vem substituindo a autenticação por senhas e impressões digitais.

Mas até que ponto essa essa ferramenta é confiável? E em que patamar estamos em termos de precisão? “E se eu reproduzir uma cópia fiel de minha cabeça com uma impressora 3D, consigo desbloquear meu iPhone X?” A Forbes resolveu fazer esse teste.

Fonte: Forbes


A réplica foi produzida no estúdio Backface, em Birmingham, no Reino Unido, onde a captação do rosto do jornalista Thomas Brewster foi realizada com um total de 50 câmeras, combinadas para tirar uma única foto para compor o completo modelo tridimensional. Após retoques e coloração, uma cópia em tamanho natural ficou pronta em alguns dias, pelo valor de 300 libras (R$ 1.468 na conversão direta).

Cabeça foi testada em 4 aparelhos Android e 1 iPhone X

Em seguida, foram escolhidos dispositivos Android que oferecem ao menos algum grau de reconhecimento facial para o desbloqueio da tela: o LG G7 ThinQ, o Samsung Galaxy S9, o Samsung Galaxy Note 8 e o OnePlus 6. Todos foram testados e comparados com o iPhone X.  Nos quatro, a face de mentira foi capaz de burlar a autenticação. Já o produto da Apple se mostrou capaz de bloquear a cabeça falsa.

O teste também foi realizado na entrada de credenciais Microsoft Hello e também não foi possível enganar o sistema. Ambas as empresas vêm aprimorando sua segurança, e não à toa são as duas mais valiosas do mercado, e tanto os softwares quanto os hardwares para reconhecimento têm melhorado nos últimos anos. Além disso, o próprio FaceID possui uma varredura de 30 mil pontos.

Contudo, no Android, esse refinamento ainda não é possível, pelo menos é o que mostra essa avaliação. E, na verdade, as próprias fabricantes admitem isso. Na descrição da LG, por exemplo, ela recomenda que esse recurso seja usado como desbloqueio complementar, como um PIN. A Samsung e a OnePlus também dizem que o mapeamento está longe de ser o ideal.

Fonte: Forbes

É bem provável que, com a chegada de novos processadores, em especial os de 7 nm, e o melhor ajuste de softwares e sensores possam trazer melhores resultados muito em breve mas, por enquanto, somente os iPhone X parecem ser mais seguros, embora ainda não exista um sistema impenetrável.

Especialista diz que senha continua sendo mais seguro

“Concentre-se no aspecto secreto, que é o PIN e a senha. A realidade de qualquer biometria é que ela pode ser copiada. Qualquer pessoa com tempo, recursos e objetivos suficientes pode investir tempo para falsificar seus dados biométricos”, diz Matt Lewis, diretor de pesquisa da firma de segurança NCC Group.

Além disso, atualmente há chaves físicas e verificação em duas etapas que oferecem uma camada extra de segurança. Não é tão prático e rápido quanto olhar para o display ou colocar o dedo no smartphone, entretanto, continua sendo a melhor linha primária de defesa.

Fonte: TecMundo
Publicado em Tecnologia | Com a tag , , , , , , , , , , , , , , | Deixar um comentário

Samsung e Motorola lideraram as vendas de celular no Brasil no ano passado

Sem surpresa, a Samsung e a Motorola lideraram as vendas de celulares no Brasil em 2018. Foi o que divulgou a B2W, uma das maiores varejistas do país, dona das marcas Americanas.com, Shoptime, Submarino e SouBarato.

O site Mobizoo teve acesso exclusivo à lista dos 10 smartphones mais vendidos pelas lojas de e-commerce da B2W no terceiro trimestre. Nela, além da Samsung e da Motorola, com exceção da LG, nenhuma outra fabricante aparece no Top 10 dos celulares mais vendidos pela varejista.

A linha Galaxy J não é apenas popular no Brasil, mas também no resto do mundo. O motivo disso, o preço e a popularidade da empresa. Assim, o Samsung Galaxy J5 Prime foi o smartphone mais vendido no último trimestre de 2018 no país.

O que realmente impressiona, no entanto, é ver que o último lançamento da Motorola, o Moto G6 e suas variantes, emplacaram quatro posições da lista. Confira:

Celulares mais vendidos no Brasil pela B2W

  1. Samsung Galaxy J5 Prime
  2. Samsung Galaxy J7 Prime 2 (c/ TV)
  3. Motorola Moto G6 Play
  4. Samsung Galaxy J1 Mini
  5. LG K10 Pro
  6. Motorola Moto G6 Plus (c/ TV)
  7. Samsung Galaxy S8
  8. Motorola Moto G6 (32GB)
  9. Samsung Galaxy J2 Prime (c/ TV)
  10. Motorola Moto G6 (64GB)

O mais curioso é que, da lista dos mais vendidos, apenas três aparelhos apareceram na lista dos smartphones mais buscados do país, divulgada pelo Google.

Celulares mais buscados no Brasil em 2018 pelo Google

  1. Motorola One
  2. iPhone X
  3. Zenfone 5
  4. Moto G6
  5. Moto G5
  6. Galaxy J7
  7. Galaxy J4
  8. Galaxy J5
  9. Sarahah
  10. iPhone 8 Plus
Fonte: Olhar Digital
Publicado em Tecnologia | Com a tag , , , , , , , , , , , , , , | Deixar um comentário

Ferramenta que mostra acidentes enfim está chegando ao Google Maps

O Google, que já possui o aplicativo de navegação Waze, agora está levando a visualização de acidentes em rotas para o Maps. De acordo com o Android Police, a companhia começou a testar para um número selecionado de testers e, em breve, todos os usuários poderão utilizar o novo recurso.

O Android Police explica que a nova interface do Google Maps vai oferecer um botão dedicado para o usuário enviar um relato de acidente em determinada localização no aplicativo. Dessa maneira, os usuários poderão ajudar uns aos outros, como acontece no Waze.

A função também já está aparecendo em alguns dispositivos no mundo, apesar de não estar funcional. Não há relatos indicando quando o recurso chegará em sua totalidade para os usuários. Acompanhe abaixo as imagens:

Maps

Fonte: TecMundo
Publicado em Tecnologia | Com a tag , , , , , , , , , , , , , | Deixar um comentário

Depressão poderá ser diagnosticada pelo celular

No entanto, é importante ressaltar que essa tecnologia não substitui, em qualquer caso, o trabalho dos profissionais da área médica.

A depressão é uma doença que afeta mais de 300 milhões de pessoas em todo o planeta. Destas, mais da metade (mais de 90% em muitos países) não recebe o tratamento necessário, seja por falta de recursos econômicos, erros de diagnóstico ou por causa do preconceito social. Daí a importância de ter um diagnóstico precoce.

Agora, uma equipe de pesquisadores da universidade de Stanford descobriu que os mesmos algoritmos que fazem reconhecimento facial e voz em nossos smartphones podem ajudar a detectar os primeiros sinais de depressão com um nível precisão razoável.

Como diagnosticar a depressão com o uso de celular

Os cientistas recorreram a uma rede neural, a qual eles alimentaram com um banco de dados (DAIC-WOZ) que contém entrevistas em vídeo de quase 200 pessoas, tanto deprimidas quanto saudáveis. Em todos os casos, o interlocutor era um avatar interativo controlado por um médico.

Cada vídeo é representado com um modelo tridimensional de um rosto humano durante uma conversa e um espectrograma de seu discurso. O objetivo? Detecção de padrões e micro-gestos (expressões faciais, tom de voz, fluência da fala, etc.) que possam estar atuando como indicadores da doença.

Os resultados foram bastante promissores: o erro médio da IA (Inteligência Artificial) foi de 3,67 pontos, o que corresponde a uma precisão de 85% no momento de detectar com sucesso a depressão nas pessoas envolvidas no estudo.

E enquanto esta pesquisa ainda está em um estágio inicial, os pesquisadores acreditam que algum dia “esta tecnologia pode ser implementada em qualquer smartphone e, assim, facilitar o acesso universal de baixo custo aos cuidados mentais”.

Apesar do sucesso do estudo, os pesquisadores advertem que essa tecnologia não substitui, em qualquer caso, o trabalho dos profissionais da área médica.

Fonte: Olhar Digital
Publicado em Tecnologia | Com a tag , , , , , , , , , , , , | Deixar um comentário

Cuidados a se tomar na compra de um celular usado

Aparelhos recém lançados podem ser encontrados por preços mais atrativos do que nas lojas, mas é preciso ter algumas precauções

Adquirir smartphones seminovos pode ser uma forma de pagar menos por aparelhos recém-lançados. Um dos principais atrativos de comprar um aparelho usado é pagar um pouco menos.  “É possível encontrar aparelhos com uma diferença a partir de R$200,00 mais barato do que o modelo novo nas lojas”, diz Danilo Martins, sócio-diretor da Yesfurbe, plataforma de compra, venda e troca de celulares. Martins afirma ainda que a ação “incentiva o consumo consciente através da reutilização de aparelhos usados”.

Adquirir um modelo usado exige que o comprador verifique todas as condições do aparelho. Leve o celular a uma assistência técnica para avaliar desde a carcaça até as peças do interior, consertar tudo o que for necessário e também fazer a higienização.

Tanto aparelhos Android quanto iPhones mais antigos podem não ter as configurações necessárias para usar alguns aplicativos ou para fazer o download da versão mais recente do sistema operacional. Esse pode ser um dos motivos para modelo ser anunciado por um preço muito baixo.

Uma dúvida frequente na hora de comprar um celular seminovo é sobre a vida útil. Se o aparelho estiver em bom estado de conservação, não é muito antigo e passou por uma revisão antes da compra, não há motivos para durar pouco tempo.

Nem sempre os aparelhos usados são vendidos com todos os acessórios, como fones, cabos e adaptadores. Esses itens costumam ser frágeis e são muito fáceis de perder. Verifique se são peças originais e se funcionam perfeitamente. No caso do carregador, use apenas modelos homologados pela Anatel para não danificar a bateria.

Ao negociar um celular com uma outra pessoa é preciso ficar atento para não cair em golpes e ter prejuízos. No momento de decidir em qual site comprar, é necessário conferir se a plataforma online é HTTPS, que assegura a autenticidade e integridade dos dados dos usuários que navegam no site.

Ao ter essa preocupação na hora de pesquisar e escolher os sites, faz com que o consumidor diminua o risco de perder dinheiro e tempo. Martins diz que “realizando a compra do smartphone em plataformas profissionais, seguras e de confiança, não haverá golpes”.

Fonte: R7
Publicado em Tecnologia | Com a tag , , , , , , , , , , , , | Deixar um comentário

Chrome para Android terá botão ‘Fechar Todas as Guias’

O Chrome é o navegador mais usado no mundo e faz um grande sucesso também na plataforma mobile, afinal ele é o navegador padrão do Android, o sistema operacional mais popular do planeta. Em breve, o programa pode se tornar ainda mais usual graças à função “Fechar Todas as Guias” prestes a ser implementada.

A função foi descoberta pelo site Chrome Story, que acompanha as novidades de todo o ecossistema ligado ao Chrome, no Google Duet. O Duet é o novo nome do Chrome Duplex, a interface renovada do Chrome para tablets e smartphones que leva toda a barra de ferramentas para a base do navegador.

Botão para encerrar todas as guias aparece no canto esquerdo. (Fonte: Chrome Story)

Ainda não há previsão de quando a interface Duet se tornará padrão no Chrome, se é que esse é o plano do Google de fato, mas o botão para encerrar de uma só vez todas as abas abertas deve ser levado adiante. Atualmente, a Canary, a versão de testes do Chrome, mostra o menu dos três pontinhos e um botão com sinal “+”, que deve ser deslocado para o centro para dar espaço ao ícone do “Fechar Todas as Guias”.

Base do Chrome Canary deve mudar em breve para ganhar o ícone para encerrar todas as guias. (Fonte: Chrome Story)

Ainda não se sabe quando, também, mas a nova função deve chegar em breve ao Canary para somente depois ser liberada a todos os usuários do Chrome.

Fonte: TecMundo
Publicado em Tecnologia | Com a tag , , , , , , , , , , , , , , | Deixar um comentário

Aplicativo pode diagnosticar anemia a partir de fotografias das unhas

 

Já imaginou um aplicativo para celular capaz de diagnosticar se uma pessoa está ou não com anemia apenas com uma fotografia? Pois esse aplicativo já existe. O app ainda sem nome foi criado por Wilbur Lam, da Universidade de Emory (Atlanta), e tem o objetivo de servir como uma alternativa mais simples e menos dolorosa às pessoas que precisam fazer testes recorrentes para checar o nível de anemia.

O programa funciona de modo bem simples: o usuário deve tirar uma foto da ponta dos dedos da mão (sem estar usando esmaltes ou qualquer tipo de base), e o programa irá comparar a imagem com um banco de dados com fotos de pacientes com diferentes níveis de anemia, definindo o estado de saúde do paciente através da coloração de suas unhas.

Estudos recentes mostraram que a coloração da pele em algumas partes do corpo, como as unhas, servem como um indicador confiável do quão anêmica uma pessoa está. Isso acontece porque a pele debaixo das unhas não contém nenhum tipo de pigmentação, então a única coisa que dá cor a essas partes é a quantidade de hemoglobina existente no sangue, e o aplicativo de Wilbur Lam utiliza esses estudos como base de sua ideia de funcionamento.

Leia também: Brasileiro com ELA desenvolve aplicativo para pessoas com distúrbios na fala

Ainda que os resultados não sejam tão exatos quanto um exame de sangue, a consulta por aplicativo deverá ajudar os pacientes que precisam manter o nível de hemoglobinas no corpo controlado a não precisar ficar toda semana indo ao laboratório furar o dedo ou comprar kits de auto-verificação de anemia, que costumam ser relativamente caros. O app ainda precisa passar por uma série de testes antes de ser disponibilizado para o público, mas promete ser de grande ajuda para aqueles aqueles que fazem parte dos grupos de maior risco de anemia, como idosos, crianças e mulheres grávidas.

A anemia, uma condição médica na qual o paciente possui níveis baixos de hemoglobina (célula vermelha do sangue, responsável pelo transporte de oxigênio para as células do corpo), afeta mais de 2 bilhões de pessoas no mundo todo, e caso não seja tratada pode causar fadiga, doenças cardíacas e até interrupção de gravidez.

 Fonte: MSN
Publicado em Tecnologia | Com a tag , , , , , , , , , , , , | Deixar um comentário

Uber agora tem serviço de ônibus com lugar reservado por meio do aplicativo

A Uber agora já conta com um serviço de ônibus com assento previamente reservado, por meio de seu aplicativo, no Egito. Chamado Uber Bus, ele já está disponível a todos os usuários no Cairo. A nova modalidade do aplicativo é mais um segmento de transportes para o qual a empresa expande sua atuação. No ano que vem, ela deve oferecer no Brasil um serviço de compartilhamento de bicicletas elétricas, com um modelo parecido com o da Yellow.

O Uber Bus consiste em microônibus, que são da Uber, dirigidos por motoristas parceiros. No Egito, essa nova modalidade é a mais barata, uma vez que consiste em um meio de transporte compartilhado por várias pessoas, como em um ônibus comum.

No Brasil, o Uber Juntos, que permite compartilhar corridas que vão para a mesma direção, chegou a incomodar entidades de transporte coletivo.

A Associação Nacional das Empresas de Transportes Urbanos (NTU) e o Sindicato das Empresas de Transporte Coletivo Urbano de Passageiros de São Paulo afirmam que o Uber Juntos comete irregularidades ao oferecer seu serviço compartilhado. Dados da NTU indicam uma queda de 25% no uso de transporte coletivo entre os anos de 2013 e 2017. O serviço coletivo de transporte da Uber seria um dos motivos da queda. A estreia do Uber no Brasil foi em 2014, seguida por outras, como a Cabify e a adaptação da 99 ao modelo de corridas com motoristas particulares.

Não há previsão de quando ou se o Uber Bus será lançado no Brasil.

Fonte: MSN
Publicado em Tecnologia | Com a tag , , , , , , , , , , , , , | Comentários desativados em Uber agora tem serviço de ônibus com lugar reservado por meio do aplicativo